anúncio-texto

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Águia ou Galinha???

Nossa vida se assemelha mais à de uma águia ou à de uma galinha? Com qual nos identificamos melhor?

GALINHA
· Não voam.
· É caça.
· Olhos laterais.
· É alimento.
· Come restos.
· Domesticável.
· Medrosa
· Se sujeita a ficar presa
· Faz seu ninho ao nível do chão.
· Várias espécies.
· Só enxerga durante o dia.
· Ninho: pena e capim.
· Aceita mais de um galo.
· Morre cabisbaixa.



ÁGUIA
· Voam alto, muito alto.
· É caçadora.
· Olhos frontais.
· É devoradora.
· Não se alimenta de nada em decomposição.
· Selvagem.
· Corajosa.
· Não aceita ficar presa.
· Constrói seu ninho nos penhascos.
· Espécie rara.
· Vê durante o dia e durante a noite.
· Ninho: pena, capim e espinhos.
· Só aceita um macho durante toda a vida.
· Morre voando.



Conclusão

No quintal de minha casa havia uma galinha d’agola. Se alguém corresse atrás dela, mesmo que fosse uma criança, provocava o maior tumulto. A pobre coitada fugia, desnorteada, gritando:
“To fraca, to fraca, to fraca...”


É próprio da natureza da galinha ser fraca, indefesa. Sente-se facilmente ameaçada, com medo.

Já lhe ocorreu, leitor, que existe águia d’angola? Não. Não existe águia temerosa.

A águia é conhecida pela sua intrepidez e coragem. Ela não foge à luta. Não se acovarda.
Não se entrega os pontos ante circunstâncias adversas.


A águia é igualmente símbolo de liberdade. Não se sujeita ao cativeiro. Morre, mas não fica presa. “Para a liberdade foi que Cristo nos libertou...” (Sl 5:1).

Olha que interessante:

Nascemos em Cristo para voar. E voar alto.

À medida que os filhotes vão crescendo, a mãe águia vai retirando primeiro as penas depois o capim, para que os espinhos criem certo desconforto e eles alcem vôo.

Deus age da mesma forma conosco. Quando estamos bem acomodados no nosso ninho, ele, como a águia, retira as penas, as peles, o capim, os gravetos, e permite que os espinhos nos incomodem, para que alcemos vôo.

Quando chega o momento de o filhote aprender a voar, a mãe põe-no sobre a asa, sobe bem alto, e então se inclina, deixando-o escorregar. E lá vai o filhote descendo todo atrapalhado. De repente, a mãe desce como uma bala e posiciona-se abaixo dele para que pouse em suas asas. E repete esse ritual até que o filhote aprenda a voar.

“Como a águia desperta a sua ninhada e voeja sobre os filhotes, estende as suas asas e, tomando-os, os leva sobre elas”, assim o Senhor nos sustenta e, em caso de titubearmos, abriga-nos sob suas potentes asas. Ele está sempre por perto para nos socorrer. Suas asas são sempre o melhor e mais seguro abrigo.

“Cobrir-te-á com suas asas, sob suas asas estarás seguro...” (Sl 91:4).
LER TODO O ARTIGO...

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

É nessa fé que eu estou!

Uma senhora muito pobre telefonou para um programa cristão de rádio pedindo ajuda.

Um bruxo que ouvia o programa resolveu pregar-lhe uma peça.

Conseguiu seu endereço, chamou seus secretários e ordenou que fizessem uma compra e levassem para a mulher, com a seguinte orientação: “Quando ela perguntar quem mandou, respondam que foi o diabo!”

Ao chegarem à casa, a mulher os recebeu com alegria e foi logo guardando os alimentos.

Os secretários do bruxo, conforme a orientação recebida, lhe perguntaram: “A senhora não quer saber quem lhe enviou estas coisas?”

A mulher, na simplicidade da fé, respondeu: “Não, meu filho, não é preciso. Quando Deus manda, até o diabo obedece!”

NÃO SE PREOCUPE DE QUE MANEIRA VIRÁ SUA VITÓRIA, MAS QUANDO DEUS DETERMINA, ELA VEM…AH VEM!!!

Tenha paciência. Não é no seu tempo e sim no tempo Dele, porque você vê até um limite. Deus ultrapassa esse limite e vê muito além do que enxergamos.
LER TODO O ARTIGO...

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Se quer conquistar...olha somente para o alvo! Tenha METAS!

Conta-se que um cocheiro que dirigia uma carroça cheia de abóboras, a cada solavanco da carroça, ele olhava para trás e via que as abóboras estavam todas desarrumadas.

Então ele parava, descia e colocava-as novamente no lugar.

Mal reiniciava sua viagem, lá vinha outro solavanco e... tudo se desarrumava de novo.

Então ele começou a ficar desanimado e pensou: "Jamais vou conseguir terminar minha viagem!
É impossível dirigir nesta estrada de terra, conservando as abóboras arrumadas!".

Quando estava assim pensando, passou à sua frente outra carroça cheia de abóboras e ele observou que o cocheiro seguia em frente e nem olhava para trás: as abóboras que estavam desarrumadas organizavam-se sozinhas no próximo solavanco.

Foi quando ele compreendeu que, se colocasse a carroça em movimento na direção do local onde queria chegar, os próprios solavancos da carroça fariam com que as abóboras se acomodassem em seus devidos lugares.

Assim também é a nossa vida: quando paramos demais para olhar os problemas, perdemos tempo e nos distanciamos das nossas metas!
LER TODO O ARTIGO...

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

A Chamada de Abraão


Depois de ter eleito Abraão em Seu coração, Deus o chamou e disse claramente: "Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei" (Gênesis 12.1).
Este foi o primeiro teste de Abraão. Ele teria de sair da sua terra pagã, da sua parentela pagã e da casa pagã de seu pai. Deixar sua terra natal, suas propriedades, seus costumes, seus amigos, enfim, deixar tudo para trás.
Sua entraga a Deus significava a separação do seu mundo. O plano divino exigia a sua saída daquele lugar. O Senhor não poderia lapidá-lo, de acordo com a Sua vontade, enquanto ele estivesse sujeito às influências daquela sociedade.
Tirá-lo dali e ensiná-lo a viver na dependência da sua fé nas promessas de Deus era fundamental para a criação de uma nação forte, invencível e inabalável.
Por outro lado, para sair pelo deserto em direção a uma terra indefinida, sem mapa e sem pista, era realmete um desafio à sua crença. À primeira vista, Deus não lhe deu nenhuma orientação por onde deveria começar, muito menos a direção Norte, Sul, Leste ou Oeste.
Primeiro ele teria sair de onde estava, e a partir de então o Senhor, iria lhe encaminhando. Abraão teria de aprender a depender do pão-nosso-de-cada-dia, dia após dia, pelo deserto.
É como o Senhor Jesus nos ensina: "Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me" (Mateus 16.24).
Mas seguir para onde? Não importa! Quem quiser seguí-lO, não precisa saber para onde: basta apenas confiar na Sua liderança. O cristão vive pela fé, isto é, na certeza de que Deus irá fazer exatamente o que prometeu que faria!
Ur era uma cidade da Mesopotâmea, terra dos caudeus, localizada entre os rios Tigre e Eufrates, próspera e importante, dado o seu desenvolvimento.
Era preciso coragem e audácia para não dar ouvidos nem a familiares, nem a amigos, mas apenas a Deus. O Senhor mesmo iria guiá-lo pelo deserto e mostrar a terra prometida. A certeza absoluta de que Ele iria cumprir aquilo que havia prometido era a única coisa latente no seu coração.
A verdade é que se alguem se dispõe a colher os frutos da fé de Abraão, tem que pagar o preço, tal qual ele pagou. É extremamente importante notar, na sua chamada a primeira palavra usada por Deus: "sai".
Podemos admirar a grandeza de fé e seus resultados na vida de Abraão durante os seus cem anos de comunhão com Deus, mas não podemos esquecer que a sua primeira atitude em relação ao Senhor foi sua obediência irrestrita, quando deixou sua terra, sua parentela e a casa de seu pai.
Com isso aprendemos que antes de Deus nos tornar uma benção somos obrigados a deixar "nossa terra", que simboliza nossos hábitos pecaminosos; deixar "nossa parentela", que tipifica nossos costumes e tradição religiosa; e, finalmente, deixar "a casa de nosso pai", ou seja, deixar a liderança da voz paterna no nosso coração e substituí-la pela voz de Deus.

Muitas pessoas têm resistido ferozmente a sair da sua vida errada para ir ao encontro de Deus, mas lutam com todas as suas forças para que Deus saia do Seu trono e as abençoe no pecado que vivem.

No tempo de abraão, somente pessoas extremamente pobres e fugitivas abandonavam os familiares e a terra natal. Ele não era nenhum "João Ninguém", que nada tivesse a perder deixando sua terra, sua parentela e a casa de seu pai. Não! O fato de o nome Sarai significar "princesa", e Abrão "pai exaltado", traz a idéia de Abraão pertencer a uma família importante entre os seus contemporâneos.

Aos olhos da razão, deixar a própria pátria significava renunciar à herança patrimonial dos pais; deixar a parentela significava renuncias ao clã e deixar a casa do pai significava renuncias à responsabilidade de liderança da família. Certamente Abraão seria o substituto de seu pai no estabelecimento das gerações futuras.

E Abraão saiu da sua terra, da sua parentela e da casa de seu pai com uma mulher estéril! Se permanecesse entre seus familiares, poderia até gerar filhos dentre sua parentela, e, assim, conservar sua descendência, mas abandonar tudo em obediência à Palavra de Alguém ainda desconhecido era, humanamente falando, uma loucura. Como a fé! A fé é loucura para os que se perdem (1 Coríntios 1.18).

Hoje temos fartura de exemplos sobre a fidelidade de Deus quanto ao cumprimento de Suas promessas. Já o mesmo não aconteceu com Abraão. Em qual exemplo ele poderia se espelhar, para acreditar? Que garantia o Senhor lhe deu para deixar tudo para trás? Deus lher ordenou que saisse da sua terra e deixasse a sua parentela e a casa de seu pai logo da primeira vez que Se revelou a ele.

Portanto, a obediência de Abraão a Deus não era algo tão simples como se tem imaginado. Ele deixou toda a sua responsabilidade de lado, seus sonhos, seu futuro, para se definir a uma terra ainda indefinida, pelo menos naquele momento da sua chamada.

Ninguém pode pretender ser um vaso na mão de Deus, sem abandonar o estado que se encontra, e renunciar aos seus planos, para um suposto futuro promissor.

A pessoa não pode querer servir a deus e a si mesma, ao mesmo tempo. Se quer servir a Deus, tem que abandonar a vida de pecado; crucificar suas vontades, suas cobiças pessoais; sacrificar seu futuro; enfim, tem que morrer para si mesma, para os parentes e sobretudo para o mundo. Aliás, é exatamente este o preço que o Senhor Jesus cobra dos seus seguidores.

As promessas que o Senhor fez a Abraão eram sobremodo grandes, muito além do que ele podia imaginar. Ele não tinha nem idéia da grandeza e extensão delas, mas com certeza ter um filho com Sara era sua idéia fixa.


LER TODO O ARTIGO...

Mulher Discreta - Parte III (Final)

LER TODO O ARTIGO...

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Mulher Discreta - Parte II

LER TODO O ARTIGO...

terça-feira, 24 de novembro de 2009

A Escolha de Abraão


"Lembrai-vos dos vossos guias, os quais vos pregaram a palavra de Deus; e, considerando atentamente o fim de sua vida, imitai a fé que tiveram." Hebreus 13:7

Como estamos vivendo a Fé de Abraão e como o próprio Deus nos manda imitar a fé dele, a partir de hoje, estarei postando aqui, um estudo mais aprofundado da vida e da fé de Abraão, para que possamos entender melhor a fé desse homem, que graças a grandeza da sua fé, hoje é considerado o pai de uma NUMEROSA NAÇÃO...

Então aqui vai a 1ª Parte:

A pergunta é: por que Deus escolheu Abraão? O que moveu o Seu coração nessa escolha? Fidelidade. Sim, positivamente a fidelidade foi uma característica marcante na vida deste homem.

Mesmo vivendo numa terra pagã, onde a promiscuidade era motivo de cultos e louvores aos deuses, Abraão se manteve fiel à sua única esposa. Amada e respeitada, Sara, por sua vez, correspondia à fidelidade de seu marido, a ponto de considerá-lo seu senhor.

Certamente Deus viu que se Abraão podia ser fiel à sua mulher, mesmo sendo ela estéril, também seria fiel a Ele, como servo! E esta é uma das razões da diferença entre servos e servos, cristãos e cristãos...

Antes de a pessoa ser eleita, primeiro ela precisa ser candidata. Eleito é aquele que, tendo passado pelo processo de escolha, é aprovado. O Senhor Jesus mesmo disse que "muitos são chamados, mais poucos escolhidos" (Mateus 20.16;22.14).

Poderiamos compreender essa palavra como muitos são os candidatos, mas poucos são os eleitos". E a escolha dos candidatos à eleição sugere que a pessoa seja, acima de tudo, fiel. Se a pessoa não consegue ser fiel a quem vê, como o será a quem não vê?

As promessas de Deus são claramentes dirigidas aos eleitos, ou seja, àqueles que se mantêm fiéis até o fim: " Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida" (Apocalipse 2.10).

Para estes está determinado: " Não edificarão para os outros habitarem; não plantarão para que outros comam; porque a longevidade do meu povo será como a árvore, e os meus eleitos desfrutarão de todo as obras de suas próprias mãos" (Isaías 65.22).

Um pai rico confiaria sua herança nas mãos do filho fiel ou do infiel? Deus tampouco pode confiar Suas bênçãos infindas nas mãos de filhos infiéis. Portanto, antes que alguém se disponha a exigir a fidelidade de Deus no cumprimento de Suas promessas, precisa se examinar, se está sendo fiel à sua conduta cristã.


Baseado no livro " A Fé de Abraão" do Bispo Macedo.
LER TODO O ARTIGO...

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Para meditar...

Clique em cima da imagem para ve-la ampliada!!

Muito bacana e real! Para meditar!!!
LER TODO O ARTIGO...

A decisão certa para dar o voo da VITÓRIA!!!

A águia é a ave que possui a maior longevidade da espécie. Chega a viver cerca de 70 anos. Porém, para chegar a essa idade, aos 40 anos, ela precisa tomar uma séria e difícil decisão. Aos 40 anos, suas unhas estão compridas e flexíveis e já não conseguem mais agarrar as presas, das quais se alimenta. O bico, alongado e pontiagudo, se curva. Apontando contra o peito, estão as asas, envelhecidas e pesadas, em função da grossura das penas, e, voar, aos 40 anos, já é bem difícil!

Nessa situação a águia só tem duas alternativas: deixar-se morrer ou enfrentar um dolorido processo de renovação que irá durar 150 dias. Esse processo consiste em voar para o alto de uma montanha e lá recolher-se, em um ninho que esteja próximo a um paredão. Um lugar de onde, para retornar, ela necessite dar um vôo firme e pleno. Ao encontrar esse lugar, a águia começa a bater o bico contra a parede até conseguir arrancá-lo, enfrentando, corajosamente, a dor que essa atitude acarreta. Espera nascer um novo bico, com o qual irá arrancar as suas velhas unhas. Com as novas unhas ela passa a arrancar as velhas penas. E, só após 5 meses, “renascida”, sai para o famoso voo de renovação, para viver, então, por mais 30 anos.

Muitas vezes, em nossas vidas, temos que nos resguardar por algum tempo e começar um processo de renovação. Devemos nos desprender das (más) lembranças e companhias, (maus) costumes, e outras situações que nos causam dissabores, para que continuemos a voar. Um voo de vitória. Somente quando livres do peso do passado, poderemos aproveitar o resultado valioso que uma renovação sempre traz.

Destrua, pois, o bico do ressentimento, arranque as unhas do medo, retire as penas das suas asas dos maus pensamentos e alce um lindo voo para uma nova vida. Um voo de vida nova e feliz.
LER TODO O ARTIGO...

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Mulher Discreta



Vídeo retirado do blog da Dona Cristiane Cardoso, muito bacana, vale a pena conferir!

Dezza...
LER TODO O ARTIGO...

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Você é capaz...




Conta certa lenda, que estavam duas crianças patinando num lago congelado. Era uma tarde nublada e fria e as crianças brincavam despreocupadas. De repente, o gelo se quebrou e uma delas caiu, ficando presa na fenda que se formou. A outra, vendo seu amiguinho preso e se congelando, tirou um dos patins e começou a golpear o gelo com todas as suas forças, conseguindo por fimquebrá-lo e libertar o amigo.
Quando os bombeiros chegaram e viram o que havia acontecido, perguntaram ao menino:
- Como você conseguiu fazer isso? É impossível que tenha conseguido quebrar o gelo, sendo tão pequeno e com mãos tão frágeis!
Nesse instante, um ancião que passava pelo local, comentou:
- Eu sei como ele conseguiu.
Todos perguntaram:
- Pode nos dizer como?
- É simples – respondeu o velho. – Não havia ninguém ao seu redor, para lhe dizer que não seria capaz.


“Deus nos fez perfeitos e não escolhe os capacitados, CAPACITA OS ESCOLHIDOS. Fazer ou não fazer algo só depende de nossa vontade e perseverança."
LER TODO O ARTIGO...

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Algo muito valioso...


Um homem muito rico e seu filho tinham grande paixão pelas artes, e tinham de tudo em sua coleção. Mas o jovem precisou ir para guerra, e morreu em batalha, quando resgatava outro soldado. O pai recebeu a notícia e sofreu profundamente a morte de seu único filho.
Depois de algum tempo, um jovem bateu à sua porta com uma grande tela em suas mãos e disse:
- O senhor não me conhece, mas eu sou o soldado por quem seu filho deu a vida, ele estava me levando a um lugar seguro, mas foi atingido, e morreu… Ele falava muito do senhor e de seu amor pelas artes.
Então o rapaz estendeu os braços e disse:
- Eu sei que não é muito, mas creio que seu filho gostaria que o senhor recebesse isto. Era um retrato pintado pelo jovem soldado.Ele agradeceu, e ofereceu-se para pagar-lhe pela pintura.
- Não, disse o jovem, eu nunca poderei pagar o que seu filho fez por mim! Essa pintura é um presente.
O pai colocou a tela à frente de suas grandes obras de arte, e sempre que alguém visitava sua casa, ele mostrava o retrato do filho, antes de mostrar sua famosa galeria. Mas depois de algum tempo o homem morreu, e haveria um leilão de todas as obras de arte que lhe pertenciam.O leiloeiro bateu seu martelo para dar início ao leilão:
- Começaremos o leilão com a tela ” O FILHO “. Quem oferece o primeiro lance ? – perguntou.
Houve um grande silêncio… Então alguém disse:
- Queremos ver as pinturas famosas !!! Esqueça esta !!!!
O leiloeiro insistiu:
- Alguém oferece algo por essa pintura ? …Finalmente, uma voz: – Eu fico com ela.
Era o velho jardineiro da casa.
Sendo um homem muito pobre, não pode oferecer muito.
Então o leiloeiro soltou seu martelo e disse:
- Sinto muito damas e cavalheiros, mas o leilão chegou ao seu final.
- Mas, e as pinturas ? – perguntaram os interessados.
- Eu sinto muito, quando me chamaram para fazer o leilão, havia um segredo no testamento do antigo dono.
- Não seria permitido revelar esse segredo até esse exato momento. Somente a pintura “O FILHO” seria leiloada; aquele que a comprasse, herdaria absolutamente todas as suas posses, inclusive aspinturas famosas. O homem que comprou “O FILHO” fica com tudo !

Quem tem JESUS tem tudo, nada se compara ao amor de nosso DEUS para conosco, e nada pode pagar o que Ele fez por nós. Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.( Jo 3.16)
LER TODO O ARTIGO...

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Mensagem de Fé...como se fosse Deus para nós!



Tem que ter disposição e estar pronto, pois para se alcançar um sonho, tem que enfrentar muitas batalhas e estar disposto a matar um leão todos os dias, muitas vezes apanhar, tropeçar e ter força e se manter na fé, pra ter condições de se levantar e prosseguir. Mais quem confia em Deus consegue, vai em frente e glorifica o nome Dele com as vitórias!
LER TODO O ARTIGO...

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

O Socorro Vem

LER TODO O ARTIGO...

O tempo de Deus



Tudo tem o tempo certo, e as vezes queremos que o que queremos aconteça, mais só Deus é que sabe o tempo certo, pois a benção atencipada acaba se tornando em maldição...temos que aprender a confiar em Deus, sem olhar pra nada, pois Ele sabe todas as coisas, conhece todos os nossos sonhos e vai realizar cada um deles no TEMPO CERTO!!!
LER TODO O ARTIGO...

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Onde você coloca o sal?

O velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo de água e bebesse.
- 'Qual é o gosto?' - perguntou o Mestre.
- ‘Ruim' - disse o aprendiz.
O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago.
Os dois caminharam em silêncio e o jovem jogou o sal no lago. Então o velho disse:
- 'Beba um pouco dessa água’.
Enquanto a água escorria do queixo do jovem o Mestre perguntou:
- 'Qual é o gosto?'
- 'Bom!' disse o rapaz.
- 'Você sente o gosto do sal?' perguntou o Mestre.
- 'Não' disse o jovem.
O Mestre então, sentou ao lado do jovem, pegou em suas mãos e disse:
- 'A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos. Quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está a sua volta. É dar mais valor ao que você tem do que ao que você perdeu.'
Em outras palavras:
É deixar de ser copo, para tornar-se um Lago’.
Entender a vontade de Deus nem sempre é fácil, mas crer que Ele está no comando e tem um plano pra nossa vida, faz a caminhada valer a pena.
LER TODO O ARTIGO...

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

VIGIAI - A História de Katie Piper...



Está é Katie Piper, ex modelo e apresentadora de TV.


Linda não é mesmo?

Ela conheceu Daniel Lynch no Facebook em Março do ano passado.



No primeiro encontro, Daniel chegou com flores e um ursinho.

No segundo encontro ele declarou seu amor e depois disso começou a obssessão...

Inúmeros e-mails, ligações e muitas demonstrações de ciúmes.

Duas semanas depois, assustada com esse comportamento, terminou o relacionamento e foi quando ele a estruprou e bateu muito nela.

Katie, tinha muito medo dele e não quis ir até a polícia dar queixa. Se tivesse ido, teria sabido que Daniel já havia cumprido pena por jogar água fervendo no rosto de outro homem.

Katie era a próxima na sua lista...

Ele planejou tudo cuidadosamente, ligou para Katie, disse que havia mandado um e-mail e precisava que ela lesse urgentemente.

Katie foi até a internet café mais próxima e ao sair, algo que mudou sua vida para sempre...

Daniel havia contratado um outro homem para fazer o trabalho sujo...

Esse homem se aproximou de Katie com um copo na mão, pensando que ele estava pedindo dinheiro, abaixa o rosto para abrir a bolsa, quando o homem lhe joga ácido sulfúrico no rosto.

O ácido penetrou três camadas da pele causando queimaduras de terceiro grau no seu rosto, pescoço, colo, parte superior dos braços, pulsos e mãos. Ainda perdeu a visão do seu olho esquerdo.

Depois de mais de 30 cirurgias, é assim que Katie ficou...













Daniel hoje está preso, mas o que Katie não daria para nunca ter se envolvido com ele?!

Vejam bem amigas, para muitas coisas a internet é uma maravilha, mas todo o cuidado é pouco!

Namoro pela internet é um perigo, pois você só sabe da pessoa aquilo que ela te fala.

E você acha que vão te falar as coisas ruins?

Cuidem-se... "Vigiai e orai"
LER TODO O ARTIGO...

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Vida de Pastor


Ele acorda, levanta, ajoelha e ora,
louva, consagra, jejua, exorta, sorri e chora.
Aprende, ensina, repreende, consola e abençoa.
Glorifica, prega, unge, visita, compreende e perdoa.
Semeia, cultiva, colhe, alimenta e oferece.
Acalenta, socorre, profetiza,
peleja, vence e agradece.
Santifica, ouve e cala. Dá, recebe, restaura,
triunfa, edifica, sente e fala.
Vida de pastor….
Olha o relógio, já está atrasado!
Se não tem carro, pega um ônibus apertado,
Vai ao hospital, presídio, velório, seja onde for
em busca da ovelha perdida,
pois ele é um pastor…
Seu corpo cansado aguarda
a hora de ir para a cama.
E quando isso acontece, logo o telefone chama.
Levanta apressado e reconhece a voz do outro lado;
é a ovelha aflita que precisa de cuidado.
E lá se vai o pastor, levando consolo ao coração aflito.
Dos seus olhos rola uma lágrima no lugar do grito.
É a dor que se transforma na alegria da compensação
por ter sido escolhido
para tão sublime missão.
É tarde quando volta para casa,
e neste momento a esposa diz:
“Hoje é o nosso aniversário de casamento”.
O clima de festa, a mesa arrumada…
mas a comida esfriou…e sem jeito diz:
perdoa, meu amor, esta é a vida de pastor.
Descrição da vida do HOMEM DE DEUS do altar...
LER TODO O ARTIGO...

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Domine a sua língua!!!


Certa vez, um homem tanto falou que seu vizinho era ladrão, que o vizinho acabou sendo preso. Algum tempo depois, descobriram que era inocente.

O rapaz foi solto, após muito sofrimento e humilhação, e processou o homem.
No tribunal, o homem disse ao juiz: - Comentários não causam tanto mal...
E o juiz respondeu: - Escreva os comentários que você fez sobre ele num papel. Depois pique o papel e jogue os pedaços pelo caminho de casa. Amanhã, volte para ouvir a sentença!
O homem obedeceu e voltou no dia seguinte, quando o juiz disse:
- Antes da sentença, terá que catar os pedaços de papel que espalhou ontem!
- Não posso fazer isso, meritíssimo! - respondeu o homem -O vento deve tê-los espalhado por tudo quanto é lugar e já não sei onde estão!
Ao que o juiz respondeu: - Da mesma maneira, um simples comentário que pode destruir a honra de um homem, espalha-se a ponto de não podermos mais consertar o mal causado. Se não se pode falar bem de uma pessoa, é melhor que não se diga nada!
“Domine sua língua, para que não se torne escravo de suas palavras"
LER TODO O ARTIGO...

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Vale a pena...pense...


Neide chegou em casa depois de uma das consultas médicas e disse aos familiares:
- Pedi franqueza ao meu médico e que não me poupasse de saber averdade sobre meu estado de saúde, pois sinto que me resta poucotempo.
O marido e os filhos estavam na sala ansiosos.
O marido então perguntou:- E o que eles disseram? ?
Neide falou:- Os médicos me disseram que estou com uma doença incurável e quetenho poucos dias de vida.
A filha mais velha, já chorando, perguntou:- E a senhora nos conta isso com essa naturalidade, mamãe?
Mas Neide continuou falando normalmente.- Ora, eu tenho um bom tempo para fazer tudo o que já devia ter feitoalgum tempo atrás.
Vou arrumar toda a minha casa, colocar belas cortinas em todas asjanelas, assim, elas me impedirão de ficar olhando a vida dos outros.
Todos os dias tirarei o pó da casa e durante esse trabalho pensarei:"Estou me livrando das sujeiras que guardei do passado".
Neide continuava falando, enquanto sua família, se surpreendia a cada frase.
- Vou deixar todos os meus armários organizados, guardar o querealmente uso e o resto jogarei fora ou doarei a quem precisa.
Evitarei assistir ou escutar más notícias.
Vou alimentar o meu espírito com leituras saudáveis, conversasamigáveis, dispensarei fofocas e não criticarei mais ninguém.
Pensarei naqueles que já me magoaram e, com sinceridade, vou perdoar a todos.
Neide fez uma pausa e depois continuou:- Todas as noites vou agradecer a Deus por tudo o que estareiconseguindo fazer nestes dias que me restam.
Todas as manhãs, quando acordar, vou me perguntar:"O que posso fazer para tornar o dia de hoje um dia melhor?"
Farei de tudo para transmitir felicidade para aqueles que seaproximarem de mim.E a cada dia que passar farei pelo menos uma boa ação, portanto,quando eu fechar os olhos para nunca mais abri-los, terei feitoinúmeras boas ações.
Todos que ouviam Neide falando, pouco a pouco saíam, cada um para umcanto da casa, chorar sozinho.
Mas Neide ficou ali no meio da sala, e nos seus olhos havia um brilhode alegria.
Ela dizia para si mesma:- "Não posso curar meu corpo, mas posso mudar a vida que me resta.A minha tarefa de casa é grande, porém, vale a pena todo e qualquer esforço.Vou conseguir realizar.Quero transformar meu mundo interior.Me tornarei uma pessoa totalmente diferente daquela que fui até ontem".
O tempo passou.E o mais curioso e extraordinário dessa história foi o que aconteceu ...
Neide conseguiu cumprir plenamente todos os compromissos que tinhaassumido consigo mesma.
E dos poucos dias de vida que lhe restavam, ela viveu ainda por maislongos e saborosos vinte e três anos.
Neide curou a sua própria alma.
A sua doença desapareceu.
Ela morreu de velhice...
Eii não espere para mudar o que está errado em sua vida.
Trace metas em sua vida, que esteja em seu alcance...
E lembre-se comece hoje a viver como se fosse o último dia...

(Autor Anônimo)
LER TODO O ARTIGO...

terça-feira, 27 de outubro de 2009

História da Minha Vida



Quando vi esse vídeo, reparei que tinha tudo a ver com a minha história, a guerra interor que muitas vezes vivo, as vezes parece que não vou aguentar, mais ai quando vejo já passei por mais essa batalha, e sei que só permaneci porque tenho um amigo ao meu lado, me ajudando e me sustentando nos momentos difíceis, e sei que quando não tenho forças pra caminhar, Ele me carrega no colo...quero muito a vitória e enquanto ela não chega, estarei travando batalha após batalha nessa guerra que muitas vezes parece não ter fim...e assim sigo sempre em frente!

Dezza...

LER TODO O ARTIGO...

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Sua cabana está em chamas?


O único sobrevivente de um naufrágio consegiu chegar a uma pequena ilha deserta. Ele orou fervorosamente para Deus o salvar. Diariamente ele olhou atentamente o horizonte à espera de ajuda, mas parecia que não havia esperança.

Exausto com o passar do tempo, ele conseguiu construir uma pequena cabana de madeira para se proteger e guardar os poucos pertences que lhe restavam.

Entretanto, um dia, depois de sair buscando algo para comer, ele chegou em casa para achar a pequena cabana dele em chamas, a fumaça subindo para o céu. O pior tinha acontecido; tudo estava perdido. Ele ficou atordoado com aflição e raiva. "Deus, como pôde você fazer isso comigo!" ele gritou. Porém, cedo no próximo dia, ele foi despertado pelo som de um navio que estava chegando à ilha.

O navio havia chegado para salvá-lo. "Como vocês sabiam que eu estava aqui?" ele perguntou. "Nós vimos o sinal da fumaça", eles responderam.

É fácil ficar desanimado quando coisas más acontecem. Mas não deveríamos perder a esperança, porque Deus está trabalhando em nossas vidas, até mesmo no meio de dor e sofrimento. Lembre-se, da próxima vez em que sua cabana estiver em chamas, aquilo pode fazer um sinal de fumaça que chama a graça de Deus.
– autor desconhecido.

LER TODO O ARTIGO...

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Para ficar elegante



Dicas da Dona Cristiane Cardoso para usar lenços e ficar mais elegante...vale a pena conferir!!!

LER TODO O ARTIGO...

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Parábola da Indecisão


Havia um grande muro separando dois grandes grupos.
De um lado do muro estavam Deus, os anjos e os servos leais de Deus.
Do outro lado do muro estavam Satanás, seus demônios e todos os humanos que não servem a Deus.
E em cima do muro havia um jovem indeciso, que havia sido criado num lar cristão, mas que agora estava em dúvida se continuaria servindo a Deus ou se deveria aproveitar um pouco mais os prazeres do mundo.
O jovem indeciso observou que o grupo do lado de Deus chamava e gritava sem parar para ele:
– Ei, desce do muro agora... Vem pra cá!
Já o grupo de Satanás não gritava e nem dizia nada.
Essa situação continuou por um tempo, até que o jovem indeciso resolveu perguntar a Satanás:
– O grupo do lado de Deus fica o tempo todo me chamando para descer e ficar do lado deles. Por que você e seu grupo não me chamam e nem dizem nada para me convencer a descer para o lado de vocês?
Grande foi a surpresa do jovem quando Satanás respondeu:
– É porque o muro já é MEU!!!
Em qual lado você está??? Ou será em cima do muro???
Pense e tome uma decisão hoje!
LER TODO O ARTIGO...

Uma Oportunidade



Quantas vezes tivemos a oportunidade de ajudar alguém que estava ali, tão perto de nós, mas por causa da vergonha ou porque estavamos ocupadas com a nossa própria vida não o fizemos?


Eu sou eternamente grata a pessoa que um dia permitiu que Deus a usasse para me mostrar o caminho certo.



Você pode pensar que há alguém melhor para resgatar as pessoas ao seu redor, mas Deus a colocou no meio delas.

LER TODO O ARTIGO...

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Superação

LER TODO O ARTIGO...

Não seria melhor um aborto?

LER TODO O ARTIGO...

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Nós esperamos!

video
LER TODO O ARTIGO...

Fé e Coragem

Fé e coragem andam juntas. Não há fé sem coragem, assim como não há coragem sem fé. Uma depende da outra para que haja conquistas.
Por três vezes, Deus ordenou a Josué que fosse forte e corajoso. A força aqui não trata do vigor físico, mas da força espiritual que diz respeito àconvicção pessoal.
Tudo na vida depende de fé e coragem. Fé para acreditar em si mesmo e, sobretudo, em Deus e coragem para colocar essa fé em prática.
A fé tem de ser focada em parceria da pessoa com Deus. Fé em si mesmo e em Deus. Quando a fé é focada só em Deus, não funciona. É o caso, por exemplo, dos religiosos. Aprenderam a crer em Deus, mas não em si mesmos. Daí , a falta de força necessária para se praticar a fé.Por conta disso, não se vê resultados práticos da fé no dia a dia.
Apesar de ter sido chamado, escolhido e ungido, Josué tinha de observar o conselho Divino para ser bem-sucedido. Deus insistiu três vezes consecutivas para ele ser forte e corajoso, porque disso dependeria seu sucesso. Moisés já havia lhe aconselhado isso antes. E Davi também passou o mesmo para Salomão. (1 Reis 2:2)
Será que esse conselho já perdeu o sentido hoje em dia? Qualquer conquista, incluindo a salvação eterna, depende de que este conselho seja colocado em prática.
A ordem Divina é: fé e coragem. Em outras palavras, sê forte e corajoso.
Deus abençoe a todos.
LER TODO O ARTIGO...

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Etiqueta

A etiqueta é um assunto bem extenso e se começarmos a escrever sobre isso, vamos acabar num livro. Ela representa uma parte muito importante do dia a dia feminino. A etiqueta tem tudo a ver com a discrição, o que é apropriado e o que não é.

Mas não se preocupe, a etiqueta não vai impedir a ninguém de aproveitar a vida, pelo contrário, ela ajuda a viver de bem com as pessoas. As pessoas que tem etiqueta são normalmente pessoas agradáveis, as pessoas de Deus então... nem se fala! Elas são sinceras e ao mesmo tempo, carinhosas, não tem costume de machucar ninguém. A etiqueta nos ajuda a sermos melhores.

As pessoas sem educação não são sempre bem-vindas aos lugares e as conversas. Elas podem ter uma aparência boa mas a falta de educação acabam com toda maquiagem, escova, e os sapatos altos..

Quando você passa por alguém e acaba atropelando a pessoa sem querer e esquece de pedir desculpas, quando você conhece alguém e finge não vê-la, quando você interrompe a conversa de alguém, ou quando você fica de fofoquinhas fica super chato para você e faz com que você seja conhecida como uma pessoa desagradável.
LER TODO O ARTIGO...

terça-feira, 29 de setembro de 2009

LER TODO O ARTIGO...

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Amor Verdadeiro


Carta enviada ao bispo Macedo, muito forte, quando li quase chorei...

Prezado Bispo Macedo,

Meu nome é Alessandra Mendes, sou obreira da Catedral da Fé de Goiânia, e sou da IURD desde 1998. Entrei na igreja com muito sofrimento e dor em todas as áreas da minha vida, mas o que mais me doía era uma vida sentimental destruída.
Em 2001, casei com um grande homem de Deus que me fez muito feliz por oito anos. Tive uma filhinha, que hoje está com 5 anos. Na quarta-feira, dia 12 de agosto, meu marido começou uma “gripe boba”, com uma tossezinha e dor na garganta. Dei a ele um antinflamatório para garganta e um xarope para gripe. Quando chegou no final de semana, ele piorou, com dores no corpo.
No domingo, levei-o ao pronto-socorro e o médico de plantão disse que ele estava com uma bronquitezinha. Passou um antibiótico, um xarope e uma dipirona, sem ao menos fazer qualquer tipo de exame, e o mandou pra casa.
Na terça-feira, voltamos ao pronto-socorro, pois as dores e a tosse aumentaram, acompanhadas de dor no peito. O médico de plantão pediu radiografia do tórax e exame de sangue, constatando pneumonia bilateral e suspeita da influenza A. Mesmo assim, disse que o mandaria para casa com os mesmo medicamentos. Quando meu marido informou que havia vomitado, o médico disse que iria interná-lo para que ele não desidratasse, pois não conseguia comer nem beber nada.
Meu marido ficou de terça à quinta nesse hospital, sentido as mesmas coisas e ainda estava cuspindo sangue, quando esse mesmo médico o deu alta e o mandou “sarar em casa”. Foram essas palavras.
Meu marido passou o dia sem respirar direito. Ele ficou duas noites sem conseguir dormir. Mesmo assim, o médico deu alta. Em casa, ele ficou péssimo, pois estava muito fraco, não conseguia comer, beber, dormir. Não parava de tossir e, o pior de tudo, não respirava direito.
No começo da noite, fomos ao pronto-socorro para que eles o ajudassem com nebulização, acreditando que não era grave. Quando chegamos, percebi que o médico que estava de plantão (que não era o mesmo) ficou desesperado. Ele viu que meu marido estava morrendo e disse que lá não havia leito nem UTI para que pudesse ser entubado para poder respirar, pois o sistema dele já estava quase em assepsia. Claro que ele não me falou isso, mas eu já sabia.
Ficamos das 21h às 2 da manhã procurando UTI em Goiânia inteira sem conseguir. O médico falava baixo ao telefone, afirmando que era gripe suína, e do outro lado só haviam recusas. Quando vi que ele não resolvia nada, Deus me iluminou e me dirigiu até um telefone para que eu ligasse para o nosso plano de saúde (Life Empresarial Saúde). Na ocasião, o funcionário da Life, Luciano, se prontificou em ajudar. Na mesma hora, ligou para o hospital onde estávamos e chamou a atenção do funcionário por não ter ligado para a Life para providenciar a UTI para o meu marido. Ficou sabendo pelo funcionário do hospital que havia somente um lugar em Goiânia que havia a UTI, mas não era credenciado da Life.
O funcionário Luciano, não se importando com nada disso e priorizando a vida do meu marido, ligou imediatamente para essa UTI e disse que a Life se responsabilizaria por tudo e que era para eles receberem meu marido.
Chamamos uma ambulância e fomos para lá. Graças a Deus por ter me orientado a ligar para a Life, chegamos lá por volta das 2 da manhã. Quando eram 4h45, o médico veio falar comigo, dizendo que a suspeita de gripe H1N1 era muito forte e que havia passado do tempo de receber a medicação certa pra isso. E que ele estava com assepsia e com uma “pneumonia muito importante”. E que o risco de morte era muito grande.
Eu, com toda minha fé, falei para ele que para Deus nada é impossível e que ele iria melhorar e sair dali. Fui para minha casa, onde estavam minha sogra (que por coincidência estava passando uns dias conosco), cuidando da minha filha. Falei com minha sogra que ele estava na UTI em coma induzido, para que conseguisse respirar melhor.
Pela manhã, voltamos ao hospital para resolvermos questões burocráticas e saber mais sobre meu marido. O médico, responsável pela UTI, falou da gravidade do problema e me questionou sobre o plano de saúde que ele nunca havia ouvido falar. Que plano é esse?, disse ele com o cartão na mão como se fosse uma planozinho qualquer, que tinha acabado de ser inventado.
Eu disse que meu marido era funcionário da Igreja Universal e que o plano de saúde era da igreja, somente de funcionários e pastores. O médico disse que o hospital não era credenciado com o plano e que tudo seria cobrado particular. Respondi que haviam vários lugares credenciados. Ele perguntou quais e eu falei os que sabia, e sugeri que ele entrasse no site. Ele entrou na minha frente e, logo ao ver o site, já começou a me dar mais crédito. Nesse momento, pessoas do plano ligaram para o hospital para saber informações e resolver o que precisasse, antes mesmo de eu pedir.
Eu liguei para a funcionária Dilza, do RH de Goiânia, que imediatamente entrou em contato com dona Ester, responsável pela Life, em Goiânia. Ela ligou imediatamente se prontificando a resolver todas e quaisquer questões burocráticas para mim. Nesse momento, o médico se espantou ao ver como um plano de saúde pode se importar tanto com um paciente. Mudou seu comportamento comigo, dizendo que gostaria de se credenciar ao plano, convidou que entrasse e conhecesse toda a UTI, além de mostrar onde meu marido ficaria.
Em seguida, disse que meu marido precisaria tomar um remédio que poderia mudar muito o seu quadro para melhor, porém era muito caro. Cada caixa custava mais de 7 mil reais e, pelo tamanho e peso dele, seriam necessários aproximadamente 15 caixas.
Quando informei isso ao plano, eles sequer me questionaram. Só pediram para o médico passar um relatório, informando todos os procedimentos feitos e tudo sobre esse medicamento. Parece que o médico não acreditava no que estava ouvindo. E como era emergência, esse valor foi liberado no mesmo dia, para surpresa de todos. Menos para mim, pois devido a tudo que o plano havia feito até aquele momento, eu tinha a certeza de que Deus estava à frente de tudo e que iria fazer um milagre.
Bispo, sei que estou sendo muito detalhista, mas fiz questão de explicar para que o senhor venha saber de tudo. Enfim, depois disso, ele tomou a medicação e melhorou aparentemente. Em seguida, fui chamada pelo laboratório, que também não era credenciado para receber mais cobranças. Automaticamente passei o caso para dona Ester que mais uma vez se prontificou em ajudar.
Entre uma situação e outra, os pastores da igreja, sempre querendo saber informações, foram até ao hospital visitá-lo e orar por ele. A funcionária Dilza, do RH, me ligou para dizer que a Life havia mandado me falar que o Márcio era prioridade para eles e que fariam o que fosse preciso para que ele recebesse o que precisasse pra melhorar.
Além de trabalhar para a igreja, ele era funcionário do Bispo Miguel Ângelo, na Assembléia Legislativa, e o mesmo fez tudo o que podia para nos ajudar. Pediu para que todos os funcionários orassem e jejuassem pelo meu marido. Fiquei sabendo também que foi ele que pediu para que a advogada Tomázia, ligasse para a igreja e dissesse que era para o plano autorizar o remédio e fizesse o que fosse necessário pelo meu marido.
Pediu que as funcionárias me ligassem e dessem apoio e orassem por nós. Ele recebeu tudo o que precisava pra melhorar, porém, Deus o quis no céu e, às 3h55 da manhã, do dia 25 de agosto, ele foi para Jesus. Sei que ele foi salvo, pois amava Deus acima de todas as coisas, e amava a IURD também de todo o coração. Amava muito essa obra, mas “Deus chama os bons”, foi o que ouvi de uma grande amiga.
Eu sei que a força que recebo todos os dias vem diretamente do Trono de Deus, pois caso contrário não suportaria. Em nenhum momento, questionei Deus por isso, pois sei que tudo o que Ele faz é bom. Que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam Deus. E que Sua vontade é boa, agradável e perfeita. O resto não importa. Não ouço nenhuma palavra contrária a isso. Não aceito sugestões contrárias à vontade de Deus, nem vindas do diabo, nem vindas do homem.
Agradeço a Deus por conhecê-Lo, por ter me levado para a IURD pois lá “conheci um Deus vivo”, conheci um homem que, enquanto esteve comigo, me fez muito feliz, me amou do jeito que eu sou, me deu uma filha linda, e formou comigo o tão sonhado purê de batatas que o senhor sempre fala. Hoje, posso dizer que o conheci do famoso purê, pois éramos um casal abençoado por Deus em tudo.
Claro que tínhamos dificuldades, algumas vezes financeiras, mas conjugal nunca. E olha que o diabo tentou, mas nosso casamento nunca foi abalado. Hoje, sei que amei e fui amada. Fiz por ele tudo o que podia fazer enquanto vivia. Nos últimos dias de vida, sem saber que iria morrer, falou: Amor, você cuida tão bem de mim, em tudo. E eu disse: É porque te amo, pois nem percebo o que faço, faço por amor, é automático.
Bispo, não digo isso com dor, mas com alegria. Estou passando essas informações para o senhor para que saiba que o meu marido não era pastor, não era diferente de nenhum dos funcionários, não tinha estrela na testa (a não ser para mim e para Deus), e foi tratado como se fosse a pessoa mais importante da IURD. Pela igreja, pelos pastores, pela Life, enfim, recebi apoio espiritual, emocional e ainda financeiro.
O nosso querido Bispo Miguel Ângelo pagou todo o funeral dele (eu soube disso depois). E lembrando ainda da obreira e enfermeira Ana Lúcia, amiga, irmã, companheira e mulher de Deus que esteve do lado dele todos os dias. Largou o emprego, momentaneamente, para poder ficar ao lado dele, verificando se estava sendo bem tratado e me informando de tudo. Ela cedeu o jazigo da família, onde há menos de um mês sepultou sua querida mãe, para enterrar o meu marido.
A Senhora Dilza, do RH, me ligou para saber como eu estava e dizer que o Pastor Robson, responsável pelo RH em Goiânia, e o Pastor Júlio, responsável pelo RH da igreja no Brasil, ambos pediram que ela me ligasse e oferecesse ajuda. Perguntaram como eu estava, oferecendo o apoio que eu precisasse, inclusive para que pudesse receber meus direitos, me orientando em tudo.
O Bispo Miguel e sua esposa, Dona Regina, pediram para a funcionária Dimpina, do gabinete, me ligar para me dar todo o apoio, pedir para que eu não ficasse sozinha. Enfim, bispo, me achei na obrigação de relatar tudo o que passei nesses dias e tudo o que a igreja em Goiás fez e está fazendo por mim e pela minha família.
Não esquecendo, claro, do nosso querido Pastor Márcio Carotti, que pediu oração e jejum para toda a igreja pelo meu marido, enquanto ele vivia, e enviou pastores ao hospital para orar pelo meu marido e, agora, por mim e pela minha filhinha. E o meu querido pai na fé, Bispo Darlan Ávila, que me ligou do Rio de Janeiro no dia no funeral para mais uma vez me oferecer apoio e me falar para ficar na fé. Não sei se me esqueci de alguém. Sei que não citei nomes de todos os obreiros, pastores e esposas que me ajudaram, pois não terminaria hoje. E tem nomes que nem sei para falar a verdade.
Sou grata a Deus por tudo, mesmo sentindo uma dor inexplicável. Sou grata ao meu Senhor Jesus por saber que Ele amou tanto o meu marido que o levou para Ele, e me ama tanto que tem me fortalecido. E permitiu que eu fosse tão feliz por esses oito anos.
Enquanto a Globo fala tanto que a igreja só quer lesar as pessoas, a igreja fez pelo meu marido o que ninguém jamais fez. E nenhum outro plano de saúde existente na face da terra, tenho certeza disso, faria por ele.
Até um dia antes da morte dele só no laboratório de exames havia uma conta de R$ 9.335. Acredito que pode ter sido mais que isso, sem falar no remédio que até hoje não sei ao certo o valor liberado, mas acredito que foi mais de R$ 80mil (não sei ao certo), fora a UTI uma das melhores de Goiânia, que não era credenciada do plano, o funeral, o jazigo, etc…
Foi isso que a FAMILIA UNIVERSAL DO REINO DE DEUS fez pelo meu marido. Tenho uma irmã que é obreira de uma IURD do bairro de Vila Boa que luta para levar seu marido e filhos para igreja. Meu cunhado era muito revoltado com a dedicação dela para com a igreja, e com tudo o que ouviu da Globo. Quando soube o que a igreja fez pelo meu marido, chorou como uma criança e disse que retirava tudo o que havia falado antes, que nunca mais iria falar nada da igreja e que iria pra Jesus.
Meu outro cunhado, que é pastor da Assembléia de Deus, fez um culto defendendo a IURD de todas as acusações, inclusive pastores de outras denominações que visitava a igreja naquele dia. Sei que ouve uma revolução em muitas vidas e que, mesmo no leito de morte, meu marido ganhou muitas almas para Jesus.
Hoje, não sei o que vou fazer. Sei que nem a morte, nem a vida, nem os anjos ou espada, nada me separará do amor de Jesus Cristo. E o que Ele quiser de mim, eis-me aqui. Já pensei até em ser pastora, mas não estou na hora de pensar em muitas coisas. Mas por amor a Jesus, gostaria de servi-Lo de todo meu coração e com todo meu amor!
Bispo, eu amo Deus acima de todas as coisas. Já amava a IURD antes e agora muito mais, e amo o senhor por ter começado essa grande obra de Deus e ser tão dirigido pelo Espírito Santo.
Não estou aqui para tecer elogios a ninguém, pois não foi isso que aprendi e sei que também não é isso o que esperam de mim. Só quero agradecer por tudo.

Na fé,

Alessandra Mendes Oliveira
LER TODO O ARTIGO...

Qualidade de Vida


A qualidade de crença em Deus determina a qualidade de vida que se quer. Leia essa maravilhosa experiência, relatada por um autor anônimo.
Tínhamos uma aula de Fisiologia na escola de medicina logo após a semana da Pátria. Como a maioria dos alunos havia viajado, aproveitando o feriado prolongado, todos estavam ansiosos para contar as novidades aos colegas e a excitação era geral.
Um velho professor entrou na sala e imediatamente percebeu que iria ter trabalho para conseguir silêncio. Com grande dose de paciência tentou começar a aula, mas você acha que minha turma correspondeu? Que nada.
Com um certo constrangimento, o professor tornou a pedir silêncio educadamente. Não adiantou. Ignoramos a solicitação e continuamos firmes na conversa.
Foi aí que o velho professor perdeu a paciência e deu a maior bronca que eu já presenciei.
Veja o que ele falou: “Prestem atenção, porque eu vou falar isso uma única vez”, disse, levantando a voz, e um silêncio carregado de culpa se instalou em toda a sala. O professor continuou: ”Desde que comecei a lecionar – isso já faz muitos anos – descobri que nós, professores, trabalhamos apenas 5% dos alunos de uma turma. Em todos esses anos, observei que de cada cem alunos, apenas cinco são realmente aqueles que fazem alguma diferença no futuro; apenas cinco se tornam profissionais brilhantes e contribuem de forma significativa para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Os outros 95% servem apenas para fazer volume; são medíocres e passam pela vida sem deixar nada de útil. O interessante é que esta porcentagem vale para todo o mundo. Se vocês prestarem atenção, notarão que de cem professores, apenas cinco são aqueles que fazem a diferença; de cem garçons, apenas cinco são excelentes; de cem motoristas de táxi, apenas cinco são verdadeiros profissionais; e podemos generalizar ainda mais: de cem pessoas, apenas cinco são verdadeiramente especiais. É uma pena muito grande não termos como separar estes 5% do resto, pois, se isso fosse possível, eu deixaria apenas os alunos especiais nesta sala e colocaria os demais para fora. Então, teria o silêncio necessário para dar uma boa aula e dormiria tranquilo, sabendo ter investido nos melhores. Mas, infelizmente não há como saber quais de vocês são estes alunos. Só o tempo é capaz de mostrar isso. Portanto, terei de me conformar e tentar dar uma aula para os alunos especiais, apesar da confusão que estará sendo feita pelo resto. Claro que cada um de vocês sempre pode escolher a qual grupo pertencerá. Obrigado pela atenção e vamos à aula de hoje.”
Nem preciso dizer o silêncio que ficou na sala e o nível de atenção que o professor conseguiu após aquele discurso. Aliás, a bronca tocou fundo em todos nós, pois minha turma teve um comportamento exemplar em todas as aulas de Fisiologia durante todo o semestre. Afinal, quem gostaria de, espontaneamente, ser classificado como fazendo parte do resto?
Hoje, não me lembro muita coisa das aulas de Fisiologia, mas a bronca do professor eu nunca mais esqueci. Para mim, aquele professor foi um dos 5% que fizeram a diferença em minha vida. De fato, percebi que ele tinha razão e, desde então, tenho feito de tudo para ficar sempre no grupo dos 5%, mas, como ele disse, não há como saber se estamos indo bem ou não. Só o tempo dirá a que grupo pertencemos. Contudo, uma coisa é certa: se não tentarmos ser especiais em tudo que fazemos; se não tentarmos fazer tudo o melhor possível, seguramente sobraremos na turma do resto.
Assim também é no que diz respeito à fé na Palavra de Deus. Quem se esmera em moldar o caráter e conduta de acordo com ela, conquistará a vida de qualidade que ela promete.


Disse Jesus: Em verdade vos digo que ninguém há que tenha deixado casa, ou irmãos, ou irmãs, ou mãe, ou pai, ou filhos, ou campos por amor de mim e por amor do evangelho, que não receba, já no presente, o cêntuplo de casas, irmãos, irmãs, mães, filhos e campos, com perseguições; e, no mundo por vir, a vida eterna. ( Marcos 10.29-30 )

LER TODO O ARTIGO...

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

O Valor que vc tem


Essa mensagem eu peguei do blog da Dona Cristiane Cardoso, muito bacana a história...

Então ai vai...


-Venho aqui, professor, porque me sinto tão pouca coisa, que não tenho forças para fazer nada. Dizem-me que não sirvo para nada, que não faço nada bem, que sou lerdo e muito idiota. Como posso melhorar?


O que posso fazer para que me valorizem mais?


O professor, sem olhá-lo, disse:- Sinto muito meu jovem, mas não posso te ajudar, devo primeiro resolver o meu próprio problema. Talvez depois.E fazendo uma pausa, falou:- Se você me ajudasse, eu poderia resolver este problema com mais rapidez e depois talvez possa te ajudar.


- C...claro, professor, gaguejou o jovem, que se sentiu outra vez desvalorizado e hesitou em ajudar seu professor.


O professor tirou um anel que usava no dedo pequeno e deu ao garoto e disse:- Monte no cavalo e vá até o mercado. Devo vender esse anel porquetenho que pagar uma dívida. É preciso que obtenhas pelo anel o máximo possível, mas não aceite menos que uma moeda de ouro. Vá e volte com a moeda o mais rápido possível.


O jovem pegou o anel e partiu. Mal chegou ao mercado, começou a oferecer o anel aos mercadores. Eles olhavam com algum interesse, até quando o jovem dizia o quanto pretendia pelo anel.


Quando o jovem mencionava uma moeda de ouro, alguns riam, outros saíam sem ao menos olhar para ele, mas só um velhinho foi amável a ponto de explicar que uma moeda de ouro era muito valiosa para comprar um anel.


Tentando ajudar o jovem, chegaram a oferecer uma moeda de prata e uma xícara de cobre, mas o jovem seguia as instruções de não aceitar menos que uma moeda de ouro e recusava as ofertas.Depois de oferecer a jóia a todos que passaram pelo mercado, abatido pelo fracasso montou no cavalo e voltou.


O jovem desejou ter uma moeda de ouro para que ele mesmo pudesse comprar o anel, assim livrando a preocupação e seu professor e assim podendo receber ajuda e conselhos. Entrou na casa e disse:- Professor, sinto muito, mas é impossível conseguir o que me pediu. Talvez pudesse conseguir 2 ou 3 moedas de prata, mas não acho que se possa enganar ninguém sobre o valor do anel.


- Importante o que disse, meu jovem, contestou sorridente o mestre. - Devemos saber primeiro o valor do anel. Volte a montar no cavalo e vá até o joalheiro. Quem melhor para saber o valor exato do anel? Diga que quer vendê-lo e pergunte quanto ele te dá por ele. Mas não importa o quanto ele te ofereça, não o venda. Volte aqui com meu anel.


O jovem foi até o joalheiro e lhe deu o anel para examinar.


O joalheiro examinou-o com uma lupa, pesou-o e disse:- Diga ao seu professor, se ele quiser vender agora, não posso dar mais que 58 moedas de ouro pelo anel.


O jovem, surpreso, exclamou:- 58 MOEDAS DE OURO!!!


- Sim, replicou o joalheiro, eu sei que com tempo poderia oferecer cerca de 70 moedas , mas se a venda é urgente...O jovem correu emocionado para a casa do professor para contar o que ocorreu.


- Sente-se, disse o professor, e depois de ouvir tudo que o jovem lhe contou, disse:- Você é como esse anel, uma jóia valiosa e única. E que só pode ser avaliada por um expert. Pensava que qualquer um podia descobrir o seu verdadeiro valor???E dizendo isso voltou a colocar o anel no dedo.


- Todos somos como esta jóia. Valiosos e únicos e andamos pelos mercados da vida pretendendo que pessoas inexperientes nos valorizem.


(Autor desconhecido)
LER TODO O ARTIGO...

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Sobre as Mulheres...


Li o texto abaixo no blog de uma mulher de Deus e gostei, estou postando aqui para compartilhar com quem quiser ler, é muito interessante e até engraçado, porém verdadeiro...então veja:


Se tem uma coisa que muitas de nós mulheres temos o hábito de fazer é deduzir, imaginar, aumentar proporções e querer que os maridos saibam o que estamos pensando sem que falemos uma só palavra! Por causa disso muitas vezes somos verdadeiras rainhas do drama...Quantas não são as vezes que "deduzimos" que nossos maridos sabem o porquê de estarmos chateadas e ficamos com mais raiva ainda quando eles "parecem" não entender?E quando você diz para ele... "Você NUNCA me entende!"Claro que quando você usou a palavra "nunca", você apenas aumentou a proporção um "pouquinho" para dar ênfase à sua frustração, mas para os homens esse "nunca" é levado ao pé da letra...Isso sem contar as vezes que você tenta demonstrar suas frustrações através da sua linguagem corporal, com suspiros, olhares, cara feia e coisas do tipo... Muitas dessas coisas são facilmente compreendidas por outras mulheres, mas para muitos homens, são vedadeiros mistérios, eles realmente não entendem!Recebi um e-mail de uma amiga outro dia, que foi escrito por um homem para os homens e o título é "Expressões usadas pelas mulheres e seus significados!!!""CERTO!" - Esta é a palavra que as mulheres usam para encerrar uma discussão quando elas acham que estão certas e você precisa se calar."NADA" - Esta é a calmaria antes da tempestade. Significa que ALGO está acontecendo e que você deve ficar atento. Discussões que terminam em NADA, normalmente terminam em CERTO."VOCÊ QUE SABE" - É um desafio, não uma permissão. Ela está te desafiando, e nessa hora você tem que saber o que ela quer... e NUNCA diga que não sabe!"SUSPIRO ALTO" - Não é uma palavra, é uma declaração não verbal que frequentemente confunde os homens. Um suspiro alto significa que você tem que ficar alerta, pois ela está perdendo a paciência e está imaginando a razão de estar ali perdendo tempo discutindo com você sobre NADA."Ah É? TUDO BEM" - Uma das mais perigosas expressões ditas por uma mulher. Isso significa dizer que ela quer pensar muito bem antes de decidir quando e como você vai pagar pelo que fez que a desagradou.Se ela fizer a pergunta "Amor você acha que estou gordinha?"Veja as respostas e suas consequências:Só um pouquinho amor! Consequência: Puxa, nem acredito que você falou isso!Que nada amor, adoro assim! Consequência: Mentiroso, você acha que eu tô gorda e só tá falando isso pra me agradar!!Em outras palavras, quando ela te perguntar isso... Sujou! Já era! Tá frito! Sinto muito mais vai começar uma discussão e você certamente será vítima das expressões acima!!!Gente, quando acabei de ler isso, fiquei dando risada mais ao mesmo tempo pensando... É VERDADE!!!Somos assim mesmo, falamos uma coisa mas queremos dizer outra! E ainda queremos que eles entendam!


Conclusão: "Se você quer evitar problemas em seu relacionamento, seja clara, se expresse e se comunique de forma que seu companheiro venha a entender.Evite ficar pensando que ele TEM que saber a razão de você estar chateada, ainda que você tenha "demonstrado a razão", você não "falou" a razão."
LER TODO O ARTIGO...

Oi...

Hoje é o meu primeiro dia aqui, criei esse Blog mais para ver como é, vamos ver no que vai da...rsrsrs...

Dezza
LER TODO O ARTIGO...
 
2009 Template Bucólico|Templates e Acessórios